Com quase 2800 inscritos, SIM São Paulo terá 30 showcases diurnos em 2019

A cada ano, a SIM São Paulo atrai mais artistas e bandas de lugares e estilos diversos interessados em participar da feira. Para a sétima edição, foram 2785 inscrições de projetos musicais de 26 estados brasileiros e 37 países para se apresentar nos showcases diurnos que acontecem no Centro Cultural São Paulo, nos dias 5, 6 e 7 de dezembro de 2019.

A lista de selecionados será divulgada no dia 9 de setembro e, este ano, tem novidade: serão 30 apresentações! A programação, gratuita e aberta ao público que ocupa a Sala Adoniran Barbosa durante o evento, agora terá 10 atrações por dia (até 2018, eram 27 shows divididos pelos 3 dias).

Os números atestam a efervescência da música contemporânea global com crescimento significativo de países representados nas inscrições. O aumento (de cerca 70% de novas nacionalidades em relação ao ano passado) é reflexo da circulação da SIM por diversas music conventions espalhadas pelo mundo e do reconhecimento internacional da feira como ponto estratégico de entrada a um dos mercados que mais crescem no mundo: o mercado da música latinoamericano.

Só no último ano, representantes do Conselho Consultivo marcaram presença em eventos como Pop Montreal (Canadá), MIL – Lisbon Internacional Music Networking (Portugal), MAPAS e MMVV (Espanha), FIM PRO (México), Circulart (Colômbia), MEDMEX (Itália), Oslo World (Noruega), The Great Escape (UK), Music Cities (Chengdu/China), Palestine Music Expo (Palestina), ONGEA (Quênia), SXSW (USA), Imesur (Chile), entre outras.

Mais uma vez, a Argentina movimentou um grande número de inscritos: 1011 propostas enviadas, reflexo da parceria da SIM com o Instituto Nacional de la Música (INAMU), organização sem fins lucrativos que mais apoia a vinda de artistas argentinos ao evento. A América Latina está representada também por outros países como México, Peru, Chile, Uruguai, Colômbia, Venezuela, Equador e Bolívia, reafirmando o papel agregador da SIM para a cena do continente.

A parceria com a SODEC, agência de apoio às indústrias culturais de Quebec, incentiva a vinda de profissionais à SIM São Paulo desde 2016. Este importante estímulo institucional à exportação é sensível na quantidade de artistas do Canadá que se candidatam a uma vaga na programação do evento – o que também se pode observar em relação à França, Reino Unido e Austrália.

Na Europa, a Península Ibérica tem destaque. A parceria com o MIL abre novos caminhos e impulsiona o intercâmbio musical entre Brasil, Portugal e outros países lusófonos, além de estreitar pontes com o restante da Europa e África. E a conexão com a Espanha parece estar se firmando via MAPAS, das Ilhas Canárias, e Mercat de Música de Vic, da Catalunha, dois eventos cada vez mais importantes para o mercado iberoamericano.

Países de outras partes da Europa, África e até no Oriente Médio começam a aparecer entre os inscritos, mostrando o crescimento da relevância global da feira. Com destaque para a Itália que depois da vinda da banda Kalàscima, em 2018, e da passagem da SIM pela última edição do MEDMEX, graças à parceria com a Puglia Sounds, despontou este ano com 15 propostas enviadas (contra 1, no ano passado).

No Brasil, a histórica concentração de mercado no Sudeste novamente se r eflete nas inscrições: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais lideram o ranking; e o Espírito Santo vai firmando sua posição no cenário nacional, apoiado na articulação de agentes e eventos locais como o Formemus. Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul mantém seu lugar de destaque, também estimulados por feiras regionais como a FIMS (PR), Tum Sound Festival (SC) e Tum Tum Semana de Música (RS).

Com histórico de políticas públicas para desenvolvimento da cena musical, o que impulsiona artistas e bandas locais a buscarem novos palcos e público, Distrito Federal, Pará e Ceará  também representam um bom volume de inscrições. Puxados pela Bahia e por Pernambuco, outros estados nordestinos aumentaram o número de candidaturas. Estados da região norte e centro-oeste enviaram suas propostas deixando apenas o Acre sem representação na lista de inscritos da SIM, panorama que atesta a força da produção musical nacional.

 

VEJA OS DADOS SOBRE OS INSCRITOS PARA SHOWCASES DIURNOS NA SIM 2018

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Categorias:

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ SIM NEWS

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish pt_BRPortuguês do Brasil