SIM NEWS

CONHEÇA OS FESTIVAIS PARCEIROS DO PITCH DE NOVOS ARTISTAS

A nona edição da SIM São Paulo acontece entre os dias 1 e 5 de dezembro e, embora venha em uma edição reduzida, sem os tradicionais Showcases, mantém a tradição de abrir espaço e revelar novas tendências e movimentos artísticos de todos os cantos do Brasil. Em 2021, o PITCH DE NOVOS ARTISTAS ganha corpo e irá selecionar 15 novos talentos da música brasileira que se apresentarão entre os dias 02 e 04 de dezembro, às 19h, em formato online pela plataforma de lives Taboom!

Cada artista terá sete minutos diante de uma banca de especialistas e compradores da música, incluindo representantes de selos, gravadoras, agências, casas de shows e eventos de várias partes do Brasil e do mundo. Entre eles, o Lisbon International Music Networking (MIL), de Lisboa, Portugal, o Festival SeRasgum (Belém, PA) e o Festival CoMA (Brasília, DF). Cada um desses festivais terá a missão de escolher um artista que fará parte de seu line-up em 2022, e as passagens pagas pela SIM São Paulo! Para participar, é só ler o regulamento e preencher o formulário até 07 de novembro. Os 15 artistas selecionados serão divulgados dia 12 de novembro nos canais oficias da SIM.

VOCÊ CONHECE OS FESTIVAIS PARCEIROS DA SIM? SAIBA MAIS SOBRE ELES ABAIXO E DEIXE SEUS COMENTÁRIOS.

 

MIL

Parceiro antigo da SIM, o MIL (Lisbon International Music Network) é um renomado festival e convenção internacional e foi criado com o objetivo de promover, valorizar e impulsionar a internacionalização da música popular contemporânea, antecipando tendências e provocando o debate sobre o futuro da música e da cultura. Poder se apresentar no MIL é uma oportunidade única de estar diante de compradores europeus, fechar negócios, colaborações e intercâmbios, divulgar o trabalho e aumentar a possibilidade de entrada em novos mercados.

Sempre parceiro da produção brasileira, o MIL Lisboa teve sua primeira edição em 2017, com mais de 50 shows e uma grande representatividade de países lusófonos com artistas do Brasil, Cabo Verde e Moçambique e inúmeros artistas portugueses e de vários países europeus. O evento teve também uma série de debates e conferências , entre as quais “Brazil: 210 million people you don’t know, but you should”, que teve a presença de Fabiana Batistela, diretora geral da SIM São Paulo, que participou das três primeiras edições do evento.

Nos anos posteriores aconteceram mais duas edições com a presença de artistas brasileiros como Boogarins e Maurício Takara, 2de1, Bike, Edgar, Letrux, Ramonzin, Rubel e Venga Venga. Em 2019 o MIL Lisboa contou com uma noite da SIM São Paulo, ampliando as conexões e trazendo apresentações de Badsista, Jaloo e Patrick Tor4.

Devido às restrições impostas pela pandemia da Covid-19, a edição presencial de 2020 acabou sendo cancelada, ficando restrita apenas a algumas atividades online, mas em setembro de 2021 o MIL voltou em uma nova edição com mais de 50 shows, duas residências artísticas e discussões sobre a transformação digital, as políticas do ‘streaming’, a soberania digital, os direitos de autor e as narrativas de resistência e de denúncia que se desenvolvem nesse meio. Também foi discutida a importância da proteção e apoio aos setores da música ao vivo através do desenho de políticas culturais, ações afirmativas ou da aposta em circuitos e artistas locais. Com a perspectiva da diminuição da pandemia do Covid-19, a edição 2022 do MIL Lisboa promete ser ainda mais vibrante.

 

SE RASGUM

Com 16 anos de existência, o Festival Se Rasgum é um dos principais eventos musicais do país. Principal vitrine para a música independente produzida no Pará, foi fundamental para colocar a música daquele estado no mapa da música brasileira. Um caldeirão musical na Amazônia, o evento reúne shows de diferentes gêneros e ritmos musicais promovendo misturas e parcerias inéditas e inusitadas. Tecnobrega, samba, carimbó pau-e-corda, indie, psicodelia, lambada, eletromelody, trap, MPB e funk foram alguns dos estilos que passaram pelo palco do evento.

Realizando à beira do Rio Guamá, o festival é um ponto de encontro da nova música brasileira, reunindo medalhões da discografia nacional, além de uma vitrine para apostas da cena paraense de música, integrando as Seletivas Se Rasgum como oportunidade democrática de tocar no evento.

Parceiro da SIM São Paulo, participaram várias vezes da programação colaborativa com a noite Se Rasgum, sempre lotadas e apresentando novos artistas de seu estado.

Além das apresentações musicais, o festival promove uma conferência sobre o mercado musical chamado Music On The Table, uma oportunidade de compartilhamento e fomento de novas ideias, além de promover uma rodada de negócios para compra e venda de shows.

Outro marco do evento é a responsabilidade social e ambiental que permeia a produção. Diversas ações são realizadas com bairros periféricos, comunidades ribeirinhas e com o público dos shows com objetivo de conscientização socioambiental e de conter os danos causados pela produção do evento, como a produção de lixo. Algumas das ações são a utilização de copos retornáveis, o plantio de mudas, ações de formação musical e profissional em comunidades, o incentivo e investimento em agricultura familiar, comunitária, social e livre de agrotóxicos.

No ano passado o festival foi ampliado, e programou edições no Rio de Janeiro e São Paulo. Com o advento da pandemia da Covid-19 0 festival se reinventou em dois formatos digitais: O Se Rasgum TV Show, com foco na produção da música e cultura paraense dando palco para músicos em ascensão e fechando a noite com nomes consagrados nacionalmente em apresentações exclusivas complementados por quadros interativos e entrevistas, e o Music On The Tablet (MITT), evento de formação voltado para o fomento da economia criativa da região que ofereceu  gratuitamente workshops, masterclasses, debates e entrevistas sobre os novos cenários e os desafios do mercado musical.

 

CoMA

O Festival Consciência Música e Arte – CoMA (Brasília – DF) que acontece desde 2017, tem o propósito de servir como laboratório de mundo, um lugar para se experienciar novas maneiras de se relacionar com o ambiente, individual e socialmente.

O festival, que tem se firmado como um dos principais eventos musicais do Brasil, reúne mais de 50 artistas espalhados por seus 5 palcos, que propiciam cada um uma experiência diferente. O planetário e Clube do Choro proporcionam espetáculos intimistas, enquanto no Conexões o público experimenta shows num palco de médio porte. Os palcos principais virados um para o outro selam a experiência de ficar imerso em música durante os dias do festival.

Em paralelo aos shows o CoMA realiza uma conferência sobre o mercado da música que reúne profissionais de todo Brasil e mundo. Onde são debatidas e apresentadas soluções para um mundo menos desigual.

As três primeiras edições do festival receberam respectivamente, dez, dezoito e vinte e cinco mil pessoas.

A quarta edição que aconteceu em outubro de 2021 aconteceu em um formato híbrido e se propôs a repensar vários pontos das ecologias humanas. Trazendo reflexões psicológicas, filosóficas, culturais e práticas.

Para 2022 é provável que o olhar de 2021 se espalhe na edição presencial, trazendo muito mais reflexões sobre a maneira que ocupamos nosso espaço no planeta.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Categorias:
, ,

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ SIM NEWS

pt_BRPortuguês do Brasil