CONHEÇA OS DOZE INDICADOS A ARTISTA DO ANO NO PRÊMIO SIM

Hoje é dia de conhecer os indicados ao Prêmio SIM 2020 na categoria Artista do Ano, um reconhecimento a pessoas cuja relevância se destacou em 2020, não apenas pela qualidade do trabalho, mas também por suas atitudes e iniciativas.

A categoria tem 12 concorrentes e quem define o vencedor é você. Escolha o seu predileto e vote aqui nesse link.

A quarta edição do Prêmio SIM é uma homenagem a todas as pessoas, projetos, iniciativas, empresas e ideias que mantiveram a MÚSICA VIVA em 2020. A cada dia publicaremos, aqui no portal, uma lista detalhada dos indicados em cada uma das dez categorias. Os vencedores serão conhecidos em uma cerimônia no transmitida aqui no Portal da SIM.

 

INDICADOS A ARTISTA DO ANO:

 

BK // rapper, escritor e compositor brasileiro, é hoje um dos principais nomes do cenário do rap brasileiro. Com letras falando de temas como a violência policial e desigualdade, já é considerado um dos artistas mais influentes de sua geração. No ano passado, lançou O Líder Em Movimento, seu terceiro álbum, e recentemente lançou o single Mudando O Jogo.

SAIBA MAIS EM https://youtu.be/QfhCADVyLho

 

EMICIDA // Com uma sólida carreira na música, é considerado uma das principais vozes do rap de sua geração. Em 2020 lançou o documentário AmarElo – é Tudo Pra Ontem, parte de um projeto multimídia idealizado por ele que também inclui um álbum, podcasts, vídeos, imagens e textos nas redes sociais, falando sobre empatia, inclusão, pluralidade e a importante influência da cultura negra no Brasil.

SAIBA MAIS EM http://www.emicida.com.br/

 

IZA // Cantora e compositora brasileira, é hoje uma das artistas mais populares do país, com milhões de seguidores em suas redes. Considerada uma referência no Brasil, foi reconhecida em 2020 como uma das pessoas negras mais influentes do mundo pelo ranking da premiação Most Influential People Of African Descent e foi eleita a mulher do ano pela revista GQ Brasil. Atualmente prepara o lançamento do segundo álbum.

SAIBA MAIS EM https://www.youtube.com/channel/UCWmh948hhrAwDkOfkzNGAaQ

 

JUP DO BAIRRO // Cantora, educadora, performer, atriz e apresentadora, lançou seu primeiro EP, Corpo Sem Juízo, em 2020. Com direção musical de BADSISTA e feats. de Deize Tigrona, Rico Dalasam, Linn da Quebrada e Mulambo, o projeto rendeu a ela o prêmio de Revelação do Ano pelo Prêmio Multishow e duas indicações no WME Awards by Music2. Jup também fez o show de abertura da oitava edição da SIM São Paulo.

SAIBA MAIS EM https://www.youtube.com/channel/UCPu0jffxzQb8GW69H5ZYsvw

 

LUDMILLA // Cantora, compositora e atriz, em menos de uma década, Ludmilla gravou três discos, colecionou prêmios e é citada como inspiração por muitas mulheres, não apenas na música. Em 2020 se tornou a primeira negra latino-americana a alcançar 1 bilhão de reproduções no Spotify. Ludmilla está entre as dez cantoras negras mais seguidas no Instagram. Seu último trabalho é o EP de pagode Numanice.

SAIBA MAIS EM https://www.youtube.com/user/OficialLudmilla

 

LUEDJI LUNA // Cantora e compositora baiana, foi co-fundadora da mostra Palavra Preta, que reúne compositoras e poetisas pretas de todo o Brasil. Após shows por todo o país e uma turnê internacional, lançou em 2020 o segundo álbum, Bom Mesmo é Estar Debaixo D’água, gravado no Quênia, com produção de Kato Change e da própria cantora, bastante elogiado pelo público e crítica.

SAIBA MAIS EM https://www.youtube.com/channel/UCaLmDMn4wJHNjBYfJ7n1TZg

 

MANU GAVASSI // Cantora, compositora, atriz e escritora, tem três álbuns lançados e recentemente assinou com uma major. Reconhecida pelo ótimo trabalho de divulgação nas redes sociais, em 2020 participou do Big Brother Brasil. Em agosto lançou o single “Deve Ser Horrível Dormir Sem Mim”, com Gloria Groove. Junto com a Heavy Conecta, criou uma campanha de ajuda a famílias em situação de vulnerabilidade.

SAIBA MAIS EM https://www.youtube.com/user/mgavassioficial

 

MARCELO D2 // Rapper carioca, compositor, músico e vocalista da banda Planet Hemp. Considerado uma das figuras mais polêmicas de sua geração, lançou em 2020 seu oitavo disco solo, Assim Tocam Meus Tambores. Todo o processo criativo foi exposto durante mais de 100 horas de lives na plataforma Twitch e acompanhado por milhares de fãs.

SAIBA MAIS EM https://www.youtube.com/user/d2oficial

 

MATEUS ALELUIA // Cantor e compositor baiano, fez parte da lendária banda Os Tincoãs. Nos anos 80, mudou-se para Angola onde desenvolveu um trabalho de pesquisa cultural. De volta em 2002, deu início a sua carreira solo. No ano passado, aos 76 anos, lançou o terceiro álbum, Olorum, que teve excelente repercussão, e teve sua história retratada no documentário Aleluia, o canto infinito do Tincoã.

SAIBA MAIS EM https://www.youtube.com/channel/UCNpUZ4foOfIrLVbwAbd1SCQ

 

MATUÊ // O trapper cearense Matuê é um fenômeno. O primeiro álbum, Máquina do Tempo, lançado no ano passado, estreou com seis faixas no Top 10 do Spotify e o clipe da música título já ultrapassou 54 milhões de views no YouTube. A faixa “777-666” atingiu 64 milhões. Um single anterior, “Kenny G”, ultrapassou 110 milhões de plays no Spotify, e o clipe teve 161 milhões de views.

SAIBA MAIS EM https://www.youtube.com/c/30PRAUM/featured

 

RICO DALASAM // Rapper paulistano, é um dos principais nomes do Queer Rap nacional. Seu disco de estreia, Modo Diverso, é considerado um marco do estilo e, para comemorar os cinco anos do lançamento, ganhou uma releitura no ano passado, com a participação de importantes nomes da música como Jup do Bairro, Hiran, DiCerqueira e Gloria Groove, entre outros. Também em 2020 lançou o EP Dolores Dala, o Guardião do Alívio, com participação de Chibatinha, do ÀTTØØXXÁ.

SAIBA MAIS EM https://www.youtube.com/user/ricopahoglose

 

TERESA CRISTINA // Uma das principais vozes da música brasileira se destacou na pandemia com suas lives diárias, batizadas de Quilombo do Amor, que já teve presença de famosos como Gilberto Gil e Caetano Veloso. Nas transmissões, sempre expressou suas opiniões sobre política e discutiu temas como a falta de apoio à cultura, racismo e machismo, e deixou claro que ali “não entra ódio, mentira, fake news e bolsominion”. Em 2020 lançou o álbum ao vivo Teresa Cristina Canta Noel.

SAIBA MAIS EM https://www.youtube.com/channel/UCrs_t3HCEvhynFElI2fY1Fw

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Categories:

Responses

Your email address will not be published. Required fields are marked *

+ SIM NEWS

en_USEnglish