CIÇA PEREIRA É A CONVIDADA DE HOJE DA COLUNA OUÇA ESSE CONSELHO

HEAR THIS COUNCIL is a free space for opinions, analyzes, reflections, outburst, suggestions and welcome. Every week, you will find here texts written by members of the SIM Advisory Council, reflecting the multiplicity of opinions and voices.

2020 “TEMPO BOM, TEMPO RUIM!”

Por Ciça Pereira

Como canta Maria Bethânia em Iansã: “tempo bom, tempo ruim”…  Talvez você que me lê, compreenda o porquê desta citação. A verdade é que esta canção faz menção à dualidade de uma deidade feminina dentro da cosmologia iorubá; que dialoga com o tempo, com o vento, com o movimento. O fluxo intenso da vida, as oscilações que estamos vivendo, as perdas, as redescobertas, principalmente em momentos extremamente desconfortáveis nos proporcionaram reflexões profundas sobre as nossas existências como humanos e todas as nossas subjetividades em 2020.

A dualidade do bem e do mal, a cultura do cancelamento, o home office, a marginalização das populações menos favorecidas circulam fortemente entre nós e não existem desculpas, apenas responsabilidades e negligências governamentais. Tempos pandêmicos, violentos e politicamente agressivos só retratam o ápice do que socialmente já fomos e dos hábitos que alimentamos durante nossas últimas gerações, mas insistimos em não querer ver.

Entretanto, mesmo que uma força negativa nos puxe para baixo, neste momento, observamos que nesta terra e em nosses corpes herdamos de nossos antepassados tecnologias ancestrais que nos trouxeram até aqui, e sem dúvidas a música é uma delas. Nossos povos tradicionais sempre elucidaram a importância de mantermos nossos métodos de sobrevivência, nossos conhecimentos e nossas perspectivas de mudança. O OFÓ ou dentro da linguagem popular, a força/axé (encantamento) das palavras, está introjetado na musicalidade brasileira, e nós somos muitos, estão referenciados nela, orikis, adahum, ijexás, congo de ouro, coco, carimbó e tantos outros ritmos tradicionais que encantam. Nossos antigos até dizem que “a música é uma outra forma de rezar”.

Reza numa perspectiva tecnológica, de cura, de natureza, espiritualidade e vibração; despida de institucionalidade religiosa. Reza que a gente reza junto à distância, e se movimenta em coletivo. Assim como o samba de Tia Ciata, Madrinha Eunice e de tantas outras que revolucionaram através da música o que somos hoje. E é isso que me move, música que cura, que muda, que salva, que cria movimentos, que acessa, que narra histórias e memórias principalmente sobre corpes pretes como o meu.

*Este texto é um desabafo, não tem cunho acadêmico e nem profundidade para isso, é a perspectiva romantizada e idealizada de uma jovem mulher preta brasileira, que enxerga na música uma possibilidade de resgate de suas ancestralidades.

Ciça Pereira é gestora de políticas públicas pela USP, sócia e fundadora da Zeferina Produções e idealizadora da iniciativa AFROTRAMPOS.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Responses

Your email address will not be published. Required fields are marked *

  1. 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👌👐😍Show de Bola Ciça, tem o maior orgulho de saber q vc é da Familia😢

+ SIM NEWS

en_USEnglish