SIM NEWS

CONHEÇA OS SELECIONADOS DO INTERCÂMBIO BRASIL-FRANÇA

Aconteceu nesta quinta-feira o Coquetel de Networking França, durante o qual foram anunciados os artistas selecionados para participar do Brazil - France Collaboration and Artistic Exchange Programme, criado em uma parceria entre a SIM e a Embaixada francesa.

A escolha dos artistas foi feita em comum acordo por todos os envolvidos no projeto: SIM São Paulo, MaMA, e os dois selos, Balaclava e Midnight Special. Serão três nomes de cada país que irão formar duplas de criação e participarão de uma residência artística virtual com a missão de compor e gravar um single que será lançado e promovido por um selo parceiro de cada mercado.  No Brasil o single sairá pelo Balaclava Records e, na França, o lançamento acontecerá pelo Midnight Special Records.

One of the duos will be chosen to perform in person in 2022 at two of the planet's leading music conferences, the MaMAin Paris, and, of course, SIM SÃO PAULO itself, which will be celebrating its tenth edition!

Cinco nomes foram divulgados: Àiyé (BR), que fará dupla com o duo BB9NDBK, (FR), Giovani Cidreira (BR), que trabalhará com Cléa Vincent (FR), e Amanda Magalhães (BR), em dupla com o artista francês PIHPOH.

Saiba mais sobre os artistas selecionados:

AMANDA MAGALHÃES

Uma das estrelas em ascensão na cena musical brasileira contemporânea, Amanda Magalhães é atriz, cantora, compositora e produtora musical. Seu primeiro disco, Fragma (2020), contou com participações especiais de Seu Jorge e Liniker. O álbum e os singles lançados destacam a voz marcante da artista e também a versatilidade e frescor de suas composições e arranjos.

Atualmente Amanda está finalizando a gravação de um EP, trabalhando em um novo álbum e, em dezembro, lança o single Coup de Foudre, versão da música À primeira vista, de Chico César.

 

ÀIYÉ

ÀIYÉ é como assina a multiinstrumentista e produtora Larissa Conforto, que em 2020 o álbum Gratitrevas, gravado entre Brasil, Portugal e França e que reúne ritmos ancestrais, latinidades e experimentação eletrônica em um show-visual que já passou pela Europa, EUA e diversos estados do Brasil. Em 2022, além de produzir e lançar o segundo álbum, Àiyé fará uma turnê pela Europa entre abril e junho.

 

BB9NDBK

Definidos como uma mistura pessoal e explosiva de vozes harmônicas com alma e coreografia improvisada, a banda cita como influências musicais Michael Jackson, Chloe e Halle, Beyoncé, Ibeyi, Frank Ocean, Kanye West, Reggae, Rock e Pop associadas a preocupação em combinar imagens e música. Seu universo visual é ecoado nas criações de Dolce-Gabbana, Tzuji, Versace, Fenty, Dior ou em designers emergentes como Marianna ledreyt ou Stevens ishay Couture que participaram da realização de seus primeiros videoclipes My Impression and Too Hot To Be Love, um visual Street Chic, com um toque de inspiração dos desenhos animados que marcaram sua infância nos anos 90.

Os planos para 2022 incluem uma turnê e o lançamento do álbum BloodBond, com sete músicas, e o clipe da faixa Wake Me Up Before You Go.

 

CLÉA VINCENT 

A cantora parisiense se estabeleceu como uma das principais figuras de uma cena pop francesa renovada através de seus EPs e dois álbuns. Determinada, espontânea e inseparável de seu teclado, esta artista versátil vem conquistando fãs com suas letras cândidas e poéticas, melodias irresistíveis e seus clipes singulares. Cléa definiu uma cena neo-romântica original, um universo dançante e sensual que ela já levou a palcos de todo o mundo.

 

GIOVANI CIDREIRA

Cantor e compositor baiano com uma trajetória fértil, ganhou destaque nacional desde o primeiro disco pela qualidade de sua música e de suas performances. Sua obra, que já conta com seis álbuns lançados, transita entre a tradicional canção brasileira e a world music. O álbum mais recente é Nebulosa Baby, de 2021, que traz uma proposta musical e visual inovadora. Entre os planos para 2022 estão o lançamento de três singles, dois videoclipes e uma turnê pelo Brasil e Europa.

 

PIHPOH

Nascido em 1986 em Belfort, França, PIHPOH descobriu a cultura hip-hop aos 13 anos de idade com o DJ Frakass, que o introduziu ao scratch. Em 2005 ele escreveu sua primeira letra de rap e dois anos depois já lançava o primeiro disco solo. Mas foi com o segundo álbum, Pihpohcondriak, de 2011, que alcançou o destaque que o levou a se apresentar em países como o Brasil, Palestina, Curdistão Iraquiano, Colômbia e Suiça e participar de importantes eventos como o Festival Al Parque (es) Hip-Hop em Bogotá em 2012, onde tocou diante de 60 mil pessoas,  Eurockéennes de Belfort em 2013, Festival Paléo Nyon e o Festival Printemps de Bourges. PIHPOH já esteve em turnê no Brasil por quatro vezes e realizou colaborações com Marcelo D2, Flora Matos e Big Paporeto.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Responses

Your email address will not be published. Required fields are marked *

+ SIM NEWS

en_USEnglish