O DEMOCRATA JOE BIDEN VENCE A ELEIÇÃO AMERICANA E PÕE FIM À ERA TRUMP

Após quatro dias tensos, em que a apuração dos votos da eleição americana teve a atenção de todo o mundo, finalmente foi anunciada a vitória do candidato democrata à presidência, Joe Biden, pondo fim a uma era de obscurantismo imposta pelo governo de Donald Trump.

Embora Trump já tenha entrado com ações pedindo recontagem de votos e continue insinuando um golpe contra a democracia, parece improvável que ele permaneça no cargo por mais quatro anos, e nós aqui no Brasil só temos a comemorar. Ao que tudo indica, uma vitória de Biden significa uma pressão maior ao governo brasileiro, especialmente nas questões ambientais. Biden já afirmou que nenhum acordo comercial será fechado “sem que haja um ambientalista na mesa de negociações”. Há ainda a expectativa de uma atenção maior às causas sociais e um respeito maior à questão dos direitos humanos, tão desrespeitadas no governo Trump e replicada pelo governo brasileiro, que enxerga o líder americano como um dos principais aliados em sua visão ultraconservadora. O Itamaraty chegou a afirmar que só reconhecerá a vitória de Biden quando Trump assumir a derrota. Que seja logo!

Ainda não se sabe quais efeitos a derrota de Trump terá na política brasileira, haja vista a postura de subserviência que nosso governo adotou durante o mandato do republicano. Alguns preveem um período de turbulência, outros temem pelas relações comerciais entre os países. O olhar de Biden para o meio ambiente pode gerar maior pressão ambiental, dificultando acordos de livre comércio. Por outro lado, pode trazer maior previsibilidade na balança comercial.

Outro motivo de comemoração é Kamala Harris, a primeira mulher a assumir a vice-presidência dos Estados Unidos. Ela já fez história ao se tornar a primeira mulher procuradora-geral do estado da Califórnia e a primeira senadora americana com ascendência indiana e afro-americana.

Biden herdará um país cheio de problemas, terá muitas coisas a resolver, mas esperamos que esse novo governo possa representar a decadência da onda populista que tomou conta de vários países do mundo, incluindo o Brasil. Que os direitos civis, a igualdade, a inclusão e uma visão humanista possam vencer a onda de retrocesso, o negacionismo e a destruição do meio ambiente. Que venham novos ares nesses tempos tão difíceis.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Categorias:

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ SIM NEWS

pt_BRPortuguês do Brasil