É possível o artista alcançar a sustentabilidade na música? Músicos, agências e selos vêm se fazendo esta pergunta desde sempre. A discussão tomou corpo com o início da pandemia do COVID-19, quando o setor de música ao vivo, aquele que é responsável pela fatia maior no faturamento mensal dos músicos e suas equipes, parou literalmente da noite para o dia. A empresária Dani Rodrigues acredita que sim, é necessário diversificar fontes de receita para alcançar a sustentabilidade sem depender exclusivamente de uma atividade específica! Um workshop essencial sobre diversificação de receitas e organização da saúde financeira de artistas, micro e pequenas empresas do setor artístico. Na pauta, por exemplo, organização, monetização de fonogramas, merchandising, novos modelos de engajamento e monetização via contribuição de comunidades de fãs, entre outros.

 

Com: Dani Rodrigues (Foco na Missão/SP).

 


Data

nov 20

Hora

10:00 - 11:30

PARA TER ACESSO A ESTE CONTEÚDO, ADQUIRA A PRO-BADGE OU UM INGRESSO AVULSO (DISPONÍVEL APENAS PARA ASSINANTES DA SIM COMMUNITY)

Comentários

pt_BRPortuguês do Brasil