RODOLFO LACERDA CELEBRA PROJETOS REALIZADOS GRAÇAS A CONEXÕES FEITAS NA SIM

A SIM São Paulo catalisa encontros: profissionais de diversas áreas do mercado frequentam a feira e expandem seus horizontes e conexões. A série Humans of SIM traz histórias de pessoas que comparecem e aproveitam o melhor da SIM. O episódio desta semana é sobre o Rodolfo Lacerda, diretor da DOX Produções e Conteúdo e um dos responsáveis pelo Música em Rede.

Vindo das agências de comunicação e publicidade, Rodolfo flertou com a música por muito tempo até finalmente cair de cabeça. O diretor da DOX Produções começou trabalhando com empresas de fora do mercado e, aos poucos, passou a prestar serviços para artistas e produtores até que um convite de um amigo querido o trouxe de vez para este universo. “O Samuca (de Samuca e a Selva) falou ‘cara, ajuda a montar uma banda, quero ter uma banda em São Paulo para buscar um caminho por aí como artista’ e eu fui. A gente começou a entender esse lugar juntos, montei a banda com eles, começamos a compor juntos e aí, em certo momento, comecei a entender que fazia bastante sentido eu começar a me desenvolver nessa área de produção”, relembra.

Além de exercer a função de produtor, Rodolfo também oferece consultorias e trabalha com curadoria e gestão de carreira: “Hoje, com o escritório, estou com um trabalho de gestão de carreira, produção executiva e planejamento estratégico para Samuca e a Selva, Abacaxepa e Coco de Oyá e dou algumas consultorias também para artistas e produtores”. Ele também está por trás, junto de Rico Manzano, do Música em Rede, um hub de conteúdo sobre o mercado da música que tem promovido lives com diferentes profissionais toda semana, de segunda a quinta, que também conta com um podcast e um programa na Rádio Brasil Atual (transmitido às quintas, às 20h15).

O produtor, que frequenta a SIM há alguns anos, acredita que “a SIM São Paulo é um grande momento”. Ele compartilha também algumas histórias que tem com o evento, como a do álbum Tudo que move é sagrado, de Samuca e a Selva: “[o álbum] foi um convite da Dubas Editora e da YBMusic para fazer algumas releituras de músicas de Ronaldo Bastos, um dos compositores do Clube da Esquina, que ia fazer 70 anos. O pessoal da editora não conhecia direito o show do Samuca e a Selva ainda e queria entender melhor a galera que estava fazendo essa homenagem. Foi no ano que a gente teve showcase na SIM São Paulo (2017) e o pessoal conseguiu estar presente para assistir e então o show nasceu. A SIM São Paulo abriu algumas portas de conexão para a realização desse álbum que rendeu frutos muito bacana pra gente.”

Rodolfo destaca as conexões geradas pelas feiras de música e valoriza a possibilidade de falar com outros agentes cara-a-cara mas, para ele, o encontro vai além disso. “Quando você participa de uma feira você consegue, num mesmo ambiente, entender melhor os agentes do mercado. Você entende que as pessoas estão conectadas, você joga luz em agentes que normalmente ficam realizando as suas coisas cada um na sua  produtora, com seus artistas, se movimentando. E, quando você tem uma feira, você enxerga essas pessoas. Elas aparecem de uma forma mais prática e profissional”, reflete.

Pensar no futuro tem sido difícil e a instabilidade ainda permeia o mercado da música apesar de soluções paliativas estarem surgindo aos poucos. Para o produtor, a crise nos ensinou que precisamos valorizar o fonograma e a produção de conteúdo depois de tantos anos dependendo tanto da música ao vivo. “Se antes o artista tinha algum bloqueio e preferia focar a vida dele lá no mundo físico e só usava internet e as redes sociais para divulgar seus shows, agora ele vê que precisa ser muito mais do que isso e gerar uma conexão real através do digital, produzir conteúdo artístico e tocar as pessoas por ali. Existem dois caminhos: o de entender o que se está preparando um terreno para quando a coisa abrir  você ter um público formado ou melhor desenvolvido; e também entender que é possível, através do digital, buscar outras formas de rentabilizar com a sua música e com essas outras ferramentas que ele traz”, finaliza.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Categorias:

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ SIM NEWS

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish pt_BRPortuguês do Brasil