SIM NEWS

OS REENCONTROS E AS RECONEXÕES NA NONA EDIÇÃO DA SIM SÃO PAULO

Terminou no último domingo a nona edição da SIM São Paulo. Batizada de “The Light Edition”, em apenas cinco dias cumpriu o objetivo de celebrar o reencontro e as reconexões, estimulando o diálogo, a escuta, o olhar para si, para o outro e para o coletivo, fundamentais no processo de reconstrução de um novo mercado da música.

Em uma edição híbrida, a SIM 2021 teve parte da programação online e parte presencial, como a festa de abertura, que aconteceu na noite do dia 1 de de dezembro e reuniu 300 credenciados, no Blue Note, em São Paulo, local que também abrigou uma série de atividades durante o evento. O ponto alto da noite foi a apresentação de estreia do projeto De Repente, que reúne Rhaissa Bittar, Luiza Fittipaldi, MC Dellacroix, Du Gomide,Raíssa Fayet,eGuilherme Kastrup. Completando a animação, a festa teve discotecagem das DJs Dé Schw e Lys Ventura.

Show Projeto De Repente na abertura da SIM São Paulo

O segundo dia começou com um exercício de meditação, parte de uma série de atividades pela saúde mental no mercado musical, elaboradas em parceria com o AHA! Desenvolvimento de Potenciais, empresa dedicada a disseminar uma atenção integral para a vida e saúde das pessoas. A iniciativa teve grande importância por ser a primeira a lançar um olhar específico aos profissionais da música. A programação incluiu também rodas de conexão que abordaram temas como autoconhecimento, estímulo da confiança e da comunicação assertiva.

Ainda na manhã do dia 2, aconteceu o Meetup Brasil-França, uma conversa entre profissionais e artistas brasileiros e franceses sobre novas ações de colaboração cultural para ampliar o intercâmbio de conteúdo artístico entre os dois países. Esse foi o primeiro de uma série de treze Meetups que aconteceram durante a SIM, e que trataram de temas importantes como o poder do mercado cultural asiático no Meetup Conectando Com a Ásia, o Meetup Amazônia Legal que falou sobre a força da produção cultural dos nove estados e a necessidade de colocar a região no mapa da indústria musical brasileira, e também o Meetup NYIVA Convida Casas de Shows de Metrópoles Latinas em que a New York Independent Venue Association compartilhou sua experiência com os interessados.

A programação incluiu também os meetups online Conecte-se Com a África, ABRAFIN Convida Artistas, Indie Week Especial Nation x Nation, com compradores brasileiros e canadenses, o Meetup Minas Gerais, SEBRAE Convida Novos Negócios da Cultura Para Um Papo Sobre Empreendedorismo, Compradores Europeus e o Futuro das Turnês, ABRAFIN Convida Festivais da América Latina e os presenciais UBC Convida Artistas, Selos e Produtoras, e América Latina- Circulação, Colaboração e Informação.

Meetup UBC Convida artistas, selos e produtoras – Blue Note

A SIM São Paulo também teve a Reunião Aberta Somos Todos Sobreviventes, uma produtiva roda de escuta em que profissionais compartilharam suas experiências durante a pandemia, e falaram sobre seus projetos e carreiras, e a Sessão de Brainstorm: Ideias Para Um Futuro Próximo, com mediação da diretora geral da SIM, Fabiana Batistela, que durante o evento também lançou o Projeto CRIA:. Outra conversa, a Roda de Reflexão: Aonde Você Acha Que a Música Vai Estar Daqui a 100 Anos discutiu a percepção dos músicos e produtores sobre o futuro da música, humanidade e do planeta.

Como já é tradição na SIM, uma série de Coqueteis de Networking foram os destaques das tardes da programação. O primeiro deles foi de Quebec, Canadá, uma parceria com a SODEC, agência de apoio às indústrias culturais de Quebec que trouxe uma mostra do poderoso hip hop contemporâneo daquela região. O Reino Unido participou com um coquetel em que mostrou uma seleção de novos talentos brasileiros que participaram do programa ASA (Arte Sônica Amplificada) e a exibição do filme Horizons: A World of Music. Como tem acontecido nos últimos anos o SEBRAE-MG promoveu o protagonismo de artistas mineiros apresentando o trabalho de seis nomes. A Itália, por sua vez, promoveu um coquetel em que apresentou a pluralidade da música italiana com oito artistas de diversos estilos e regiões de seu país.

Apresentação da rapper SLM durante o Coquetel Quebec, Canadá.

A nona edição da SIM não teve os tradicionais showcases, mas a música continuou tendo destaque na programação, com o Pitch de Novos Artistas, que este ano tomou corpo e trouxe 18 novos nomes para se apresentar diante de uma banca de especialistas e compradores da música, representantes de selos, gravadoras, agências, casas de shows e eventos de várias partes do Brasil e do mundo. Três festivais, o Lisbon International Music Networking (MIL), de Lisboa, Portugal, o Festival SeRasgum (Belém, PA) e o Festival CoMA (Brasília, DF), estiveram presentes com a missão de escolher um artista cada para compor seus lineups em 2022 com passagens pagas pela SIM São Paulo!

As apresentações aconteceram online, através da plataforma de lives Taboom! nos dias 2, 3 e 4 de dezembro. Os finalistas serão anunciados em breve.

Apresentação Otis Trio na Programação Colaborativa 74 Club Apresenta a Música do ABC

A música também teve destaque na Programação Colaborativa, que este ano aconteceu de duas formas: online no Portal da SIM, com a apresentação de artistas Paraguaios com curadoria do CRANEAmúsica, e uma seleção de Novos Artistas do ABC Paulista sob curadoria do 74 club, uma das casas mais ativas na promoção da nova música da região; E presencial, com a Noite Coala no Studio SP, que teve apresentações de MC Nego Bala, a cantora e compositora Bebé e o DJ Samuca, a Noite Selo Bananada e Relva Music no Pátio Layback/Selina com Rico Manzano, RROCHA e convidados especiais. No dia 3, Tiê fez um show no Studio SP com participação de Valmir Lins, e no Cine Jóia Sebastianismos mostrou seu trabalho mais recente, Tóxico, em uma apresentação com participações especiais de Dani Weeks (NX Zero), Badauí (CPM22), Day Limns, e encerramento da festa Malfestona, da artista visual Malfeitona.

Lançamento SOM na SIM

No domingo aconteceu na NAVE o lançamento da plataforma da Mídia Ninja S.O.M NA SIM São Paulo, com uma roda de conversa entre Fabiana Batistela, diretora da SIM São Paulo, que também tem a plataforma SIM Community, que em breve será relançada, o parceiro de longa data Anderson Foca do festival DoSol, que também trabalha o senso de comunidade há anos em Natal (RN) e Talles Lopes, um dos diretores da plataforma S.O.M e também um dos idealizadores da Mídia Ninja.

Roda de conversa com Fabiana Batistela (SIM São Paulo), Anderson Foca ( Festival DoSOL) e Talles Lopes (S.O.M /Mídia Ninja)

Nesse mesmo dia aconteceu a festa de encerramento, também na NAVE, com shows animadíssimos de Marilia Lopes e Romero Ferro em uma apresentação especialíssima e emocionante com participações ilustres de Lucy Alves e Otto, que entre outras canções emblemáticas cantaram Quando Ele Perguntar Por Mim.

Show Romero Ferro com participação de Lucy Alves e Otto na festa de encerramento da nona edição da SIM

Após o show, a galera da NAVE promoveu um open mic para os artistas presentes e a platéia pode aproveitar pocket shows de Raidol, Viviane Pitaya, Renata Soul e Helder Novaes.

Obrigada @calvinkleinbrasil e todos os parceiros. Obrigada equipe e artistas. Obrigada a todes que participaram e que acreditam no poder da música para construir um mundo melhor. Vamos juntes escrever um novo futuro.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Categorias:
,

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ SIM NEWS

pt_BRPortuguês do Brasil