TIUNA EL FUERTE, A ARTE COMO FERRAMENTA DE LUTA E TRANSFORMAÇÃO

Em 2006, os arquitetos Alejandro Haiek Coll e Eleanna Cadalso se juntaram a uma série de artistas e coletivos para promover a ocupação de uma área abandonada na capital venezuelana, Caracas. Em pouco tempo, o que era um estacionamento abandonado se tornou o Parque Cultural Tiuna El Fuerte, um dos principais polos culturais da cidade. Hoje a área de cerca de 7500 metros quadrados inclui salas de aula, auditórios ao ar livre, escritórios e oficinas. Toda a infraestrutura do parque foi pensada para que fosse feita com técnicas alternativas, mais baratas, utilizando contêineres como principal elemento das construções. O projeto recebeu prêmios pelo caráter inovador.

Tiuna el Fuerte é um parque cultural que surgiu da necessidade de criar espaços que possibilitem o desenvolvimento de projetos artístico-culturais dirigidos a crianças, adolescentes e jovens de setores populares em situação de desvantagem social como forma de criação sócio-cultural, econômica e produtivos que os beneficiam”, diz Camilo Moreno, DJ e ativista cultural que está à frente da Radio Verdura, um dos inúmeros projetos desenvolvidos pela fundação.

Sempre acreditando na arte como agente transformador, o parque cultural costuma atender mais de 500 crianças e adolescentes a cada dia. Entre as atividades mais procuradas está o Laboratório de ação urbana, que oferece cursos formativos com três meses de duração. Um dos mais procurados é o de hip hop, dirigido pelos artistas rap Apache, também conhecido como Cultur MC e Piky.

Muitos dos alunos e alunas que passam pelo curso de hip hop acabam gravando seus próprios discos no estúdio criado no parque que, além de atender à própria comunidade, é ao lado da produção de peças artísticas, uma das fontes de renda que mantém o projeto de forma auto-sustentável. “No início tivemos o apoio de instituições governamentais. Hoje fazemos o nosso melhor para manter Tiuna El Fuerte à tona com autogestão e em projetos muito específicos que buscam alianças com organizações que criam e se identificam com o trabalho que desenvolvemos”, explica Camilo.

A música sempre foi um dos principais campos de atuação da Tina El Fuerte, que em 2012 foi palco de uma edição local da Un-Convention, projeto criado em Manchester pela ativista Ruth Daniel, que trabalha junto a músicos independentes para que eles não dependam de selos ou gravadoras para distribuir e divulgar sua arte.

Em seus 15 anos de existência, a Tiuna El Fuerte se tornou um exemplo de ação bem sucedida, oferecendo uma melhoria na qualidade de vida da comunidade local e se tornou um espaço de construção de um futuro que teve reflexos até na diminuição da violência. “Em tempos complexos, de luta de interesses, de luta de ideias em uma sequência infinita de acontecimentos, a arte vem como expressão de ideias, sentimentos e emoções. Não pode ser indiferente às reivindicações da humanidade para a humanidade, a felicidade das mulheres e dos homens”, diz camilo, que completa:”O povo sabe que a cultura é a última instância, o único verdadeiro núcleo que resta para a unidade para a salvação, e que a atividade cultural mais clara, mais imediata, mais compreensível, mais sólido e solidificado é por excelência a música. Portanto, a arte é elemento convocador, educador, dinâmico, catalisador de processos de cunho social. Com a arte, o cotidiano pode ser tomado de assalto, com ideias, emoções e sentimentos necessários para começar a desenhar uma consciência coletiva diferente que aponte para a construção de uma sociedade mais feliz e justa.”

Camilo é um dos participantes do painel Criatividade vence a covid-19, resistência de base à pandemia,que vai ao ar nesta sexta, 6 de novembro, aqui no portal da SIM São Paulo. Esse será o primeiro de uma série de quatro painéis realizados em parceria com a organização In Place Of War, e que serão exibidos sempre às 20h, e que será a única atividade de formação aberta ao público e disponibilizada gratuitamente.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Categorias:

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ SIM NEWS

pt_BRPortuguês do Brasil